‘‘Luz do sol

Que a folha traga e traduz

Em verde novo

Em folha, em graça

Em vida, em luz (...)’’1

Ao som, luz e sombra de Maria Bethânia, brincamos, inventamos e reinventamos as sombras de nossos corpos e dos outros.

Entre tantas experimentações, as cores iam aparecendo; as formas sobrepostas davam lugar a novos formatos; e as sombras, principalmente dos cabelos de Bethânia, serviram de suporte à criação.

Elas também se projetavam nas paredes, nas cortinas da sala, no teto, no vão da escada, na janela e nos corpos. Tanto a luz como a ausência dela promoveram um território altamente experimentável, e, junto da imaginação acompanhada por movimentos e gestos, criaram-se espaços paralelos à realidade proporcionando narrativas múltiplas.

 

Núcleo de Artes e 3os. anos do EFI

 

____________________________________

Trecho da música ‘‘Luz do sol’’, de Caetano Veloso. Retirado de: https://www.letras.mus.br/caetano-veloso/44742/

Contato

Rua Monte Alegre, 1083
Perdizes - São Paulo - SP

Fone/Fax:
11 3676-0488

Desenvolvido por
logoelfah